Quanto Tempo Demora Um Processo Trabalhista


Apesar da falta de estrutura (poucos juízes e servidores para tantos processos), a reclamação trabalhista possui uma celeridade muito grande se comparada com outras áreas jurídicas (civil, penal, tributária, por exemplo).

Isso porque, ao se distribuir a ação, já é designada uma audiência (em média de 6 meses na cidade de São Paulo), na qual, em sua maioria, já é resolvida a questão por meio de um acordo ou mesmo colhidos os depoimentos das partes, testemunhas e designado o julgamento (salvo exceções como casos de perícias e audiências iniciais, por exemplo).

Além disso, na maioria dos casos que são julgados é apresentado apenas um recurso para o Tribunal Regional competente (apenas em algumas hipóteses cabem recursos para o Tribunal Superior do Trabalho), sendo que nos últimos anos os juízes e desembargadores têm feito um grande esforço para acelerar o julgamento dos recursos (dificilmente têm ultrapassado mais de um ano em segunda instância).

Por fim, é importante esclarecer que são acrescidos juros de 1% ao mês (líquidos – sem incidência de imposto de renda e INSS), desde a entrada da ação até o recebimento dos valores devidos, além da correção monetária, ou seja, o trabalhador terá uma boa compensação financeira, não podendo se intimidar com o tempo de demora do processo para buscar os seus direitos.

Dr Alberto Yerevan Chamlian Filho

Write a Reply or Comment