Nova proposta de reajuste será analisada pelos sindicatos: CPTM

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª região sugeriu o índice de reajuste de 10,44% para os quatro sindicatos que representam os trabalhadores da Companhia de Trens Metropolitanos, a CPTM.

A audiência foi realizada na sede do tribunal e contou com a presença do Sindicato dos Trabalhadores de Empresas Ferroviárias de São Paulo, Sindicato dos Ferroviários da Zona Sorocabana, Sindicatos dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil e o Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo. A audiência foi conduzida pelo desembargador Wilson Fernandes.

A CPTM, inicialmente, manteve o reajuste a 5,22%, dividido em 2 parcelas, índice já oferecido na primeira audiência de conciliação, realizada no dia 09 de maio, sendo que neste dia, o índice geral oferecido pela CPTM foi de 2,61%. Proposta não aceita pelos trabalhadores, questionaram ainda, o parcelamento do reajuste.

O desembargador Wilson Fernandes ofereceu a contraproposta de pagamento do IPC (10,44%), e após alguns instantes de discussão, a empresa CPTM aceitou, mantendo o pagamento parcelado para os meses de março e setembro de 2017.

Além do reajuste salarial, itens como vale-refeição, vale-alimentação, auxílio materno infantil (em março com aplicação do IPC), e equiparação desses benefícios aos valores que venham a ser fixados aos metroviários à partir de janeiro de 2017.

Essa nova proposta será apresentada aos trabalhadores no dia 23 de maio, e neste mesmo dia, haverá outra audiência em que a CPTM discutirá a viabilidade de equiparação dos benefícios, sugerido pelo desembargador.

Fonte TRT/SP

Write a Reply or Comment