Muitos empregados acabam sendo obrigados a exercer função exatamente igual a de outro colega da empresa e recebem salário ou benefício em relação ao chamado paradigma.

Quando isso ocorre, o empregado pode ingressar com uma reclamação trabalhista pleiteando a equiparação salarial e pagamento pela empresa da diferença de salários e benefícios em relação ao colega, desde que não exista uma diferença de mais de dois anos de empresa entre os colegas de trabalho.

Importante esclarecer que o importante para o empregado obter êxito no processo é que a função seja a mesma, sendo indiferente o cargo (o registro) do empregado e/ou do colega, ou seja, se exercerem as mesmas atividades, independentemente do cargo que ocupam, o prejudicado poderá requerer a equiparação e todos os direitos envolvidos.

Quer Saber Mais? Então mande-nos uma mensagem.